"O CORAÇÃO ALEGRE É BOM REMÉDIO, MAS O ESPÍRITO ABATIDO FAZ SECAR OS OSSOS. Pv:17.22;

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

CÂNCER DE PRÓSTATA

(1). O que é o câncer de próstata? É uma doença que provoca o crescimento anormal e incontrolado das células da próstata. Próstata é uma glândula que somente os homens possuem, estando localizada abaixo da bexiga, sendo responsável pela produção de parte do sêmen (líquido que contém os espermatozóides).
(2). O que causa esse tipo de câncer? Não se sabe ainda com exatidão a causa do câncer de próstata. Pesquisas sugerem uma combinação de fatores hormonais e genéticos. Alguns hábitos alimentares e condições ambientais também são fatores de risco. O câncer de próstata não pega! Como não existe risco de transmissão, o convívio com familiares e amigos é normal.
(3). Quais os sintomas da doença? A maior parte dos cânceres de próstata cresce lentamente e sem apresentar sintomas. Com o decorrer do tempo podem surgir dificuldade para expelir a urina, jato urinário fraco ou aumento do número de micções. Estes sintomas são comuns nos casos de crescimento benigno, de modo que a presença deles não indica, necessariamente, a existência de câncer, mas exige, no mínimo, uma avaliação médica.
(4). Quais os fatores de risco? * Idade acima de 50 anos: 80% dos casos ocorrem em homens a partir desta idade. * Raça negra: A doença tem maior incidência na raça negra. * Alimentação inadequada: Dieta rica em gorduras e pobre em vegetais e frutas, baixam as defesas do corpo contra o câncer. * Vida sedentária: A falta de exercícios físicos regulares e o peso acima do normal, aumentam os riscos. * Hereditariedade: Se algum parente próximo tiver câncer duplica sua chance de desenvolver um. * Histórico recorrente de estresse: O excesso de estresse baixa as defesas do sistema imunológico. * Algumas substâncias como os licopenos, encontradas nos tomates e melancias e o mineral selênio, diminuem os riscos da doença. É importante se manter saudável através de uma dieta rica em alimentos naturais, como: vegetais, frutas e minerais que é a melhor forma de se prevenir o câncer.
(5). Com que idade devo procurar o médico para saber se estou com a doença? Antes dos 40 anos, somente se você estiver com os sintomas, após isso só a partir dos 40 anos.
(6). Que exames são feitos para detectar o câncer? * PSA: deve ser realizado anualmente, a partir dos 40 anos, através de um exame de sangue, onde será medida a quantidade de antígenos prostático (ingrediente do sêmen). Quando muito elevada, de acordo com a idade, pode indicar anormalidade no órgão, como também câncer de próstata. * Ultrassom transretal: Detecta tumores pequenos ou localizados em áreas da próstata não alcançadas pelo toque retal. * Toque retal: Deve ser feito uma vez por anos pelo médico. É indolor e rápido, podendo indicar a presença de alguma área irregular ou anormalidade. Esse teste também detecta o câncer em homens que ainda apresentam níveis normais de PSA. * Biópsia: Retirada de uma amostra de tecido de várias partes da próstata para confirmar a doença e saber em que estádio ela se encontra. Após o diagnóstico, se confirmada a presença do câncer, serão feitos mais exames para saber se ele se espalhou para outras partes do corpo (Metastases). Este estadiamento da doença é o fator mais importante na escolha do tratamento. O câncer de próstata é curável quando detectado no início.
(7). Quais as opções de tratamento? * Terapia hormonal: Utiliza medicamento para bloquear a produção de hormônio masculino (testosterona) e desacelerar o crescimento do câncer. * Radioterapia: Expõe áreas cancerosas a pequenas quantidades de radiação exterminando o câncer. É mais utilizado em tumores avançados que não tenham condições de serem removidos pela cirurgia ou mesmo em casos iniciais em que o paciente não tenha condições clínicas mínimas de ser operado. * Cirurgia: A prostatectomia radical (retirada de toda a próstata) é indicada para tumores malignos iniciais restritos à próstata. Que ainda não tenham infiltrado a cápsula prostática (camada externa) ou órgãos adjacentes como: bexiga, uretra, musculatura perineal, reto e vesículas seminais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.