"O CORAÇÃO ALEGRE É BOM REMÉDIO, MAS O ESPÍRITO ABATIDO FAZ SECAR OS OSSOS. Pv:17.22;

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

SOL E HIDRATAÇÃO

Foto: Ocean CorbisFoto: Ocean CorbisCuidados com a pele são sempre muito importantes, principalmente com a chegada do verão e temporada de férias. Essas épocas do ano demandam atenção redobrada com a saúde – o que inclui cautela não só com a exposição solar, mas também com hidratação e alimentação. Se você vai viajar ou fazer um passeio sob o sol, o uso de filtro solar se torna indispensável. Ele evita danos à pele como manchas, pano branco, queimaduras e brotoejas, além de doenças como o câncer. O dermatologista do Hospital Conceição (RS), Paulo Andrade, dá orientações de como evitar dor de cabeça. Confira!É verdade que o limão provoca manchas na pele, caso haja exposição solar?
O sumo do limão é muito usado nas praias, principalmente em caipirinhas, sucos e até para preparar peixe e outros frutos do mar. Porém, o contato do limão com a pele durante a exposição causa queimadura solar, bolhas e manchas de difícil tratamento. Para evitar esses problemas, é preciso lavar muito bem o local que teve contato com a fruta, não apenas com água corrente, mas também com sabão. Outros alimentos ácidos, como o abacaxi, também podem causar manchas.

É indicado que crianças usem roupas mais escuras para se proteger do sol?
Sim. O ideal é que as crianças usem roupas mais escuras e com trama mais fechada quando estiverem expostas à luz solar. Desta forma, as peças se tornam uma maneira de complementar a proteção proporcionada pelo filtro. Chapéus e bonés também são indicados. O protetor solar deve ter fator superior a 30 e é importante reforça-lo sempre que a criança entrar no mar ou piscina. Bebês com menos de seis meses não devem ser expostos ao sol de forma alguma. Eles não têm proteção para tanto e não devem ter bloqueadores solares aplicados na pele, mesmo os infantis.

Quais riscos a exposição solar extrema podem trazer?
No período de férias e de calor intenso, há mais riscos de queimadura solar, manchas, brotoejas e também de um câncer de pele, pensando em longo prazo. Ele é um acúmulo de sol durante a vida, principalmente entre as pessoas de pele mais clara.

Quais cuidados são indispensáveis com a chegada do verão?
A dica é aproveitar o início da manhã, até as 10h no máximo, o final da tarde. O ideal é após as 16h. Mesmo nesses horários, é indispensável o uso de filtro solar, no mínimo fator 30, reaplicado a cada duas horas, principalmente se a pessoa entrar no mar ou piscina. Guarda sol, chapéu, boné, viseira, óculos escuros e roupas mais leves de trama fechada também são indicados.

Quem tem manchas ou sardas precisa de filtros solares com maior fator de proteção?
Sim. Se a pessoa tiver manchas ou sardas, o fator de proteção deve ser maior que 50. Isso porque as sardas escurem não apenas no contato com o sol, mas pelo calor. É importante evitar locais muito quentes. Na piscina ou no mar, é fundamental reaplicar o filtro solar, mesmo que a indicação seja à prova d'água.

A aplicação de bronzeadores e óleos pode fazer mal à saúde?
Não é indicado usar bronzeadores solares. Hoje em dia, a recomendação é evitar a exposição ao sol por conta de uma série de danos que ela pode trazer à saúde da pele. Depois do verão, muitas pessoas precisam fazer peeling, laser e uma série de procedimentos para recuperar a saúde da pele. O ideal é tomar sol gradativamente. Usar filtro solar, mesmo com fator solar mais baixo para minimizar os danos.


Fonte: Érica Santos / Comunicação Interna / Agência Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.